sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Visita de estudo a S. Miguel, Açores

Nos dias 7, 8, 9 e 10 de dezembro de 2017 decorreu uma visita de estudo a S. Miguel Açores. Integraram a visita alunos dos Cursos Profissionais de Turismo e Restauração. Esta visita possibilitou aos alunos a aquisição de experiências únicas resultantes do contato com as pessoas, costumes e tradições, monumentos e, sobretudo, com a natureza e beleza inconfundível dos Açores. Ponta Delgada, Sete Cidades, Vila Franca do Campo, Furnas, Nordeste, Gorreana, Ribeira Grande são locais de referência para quem visita S. Miguel, daí terem feito parte do nosso itinerário.
O dia 8 de dezembro é conhecido em S. Miguel como o “Dia das Montras”. Neste dia a cidade de Ponta Delgada está diferente. As montras, cuidadosamente arranjadas, apresentam o que de melhor as lojas têm para oferecer aos residentes e aos turistas. As ruas e as esplanadas estão repletas de pessoas que, durante o dia e até madrugada, conversam, convivem, ouvem música e fazem compras aqui e ali… uma tradição já com muitos anos e que proporcionou, à maioria dos nossos alunos, uma oportunidade única e inesquecível.


As docentes,
Adelina Andrade

Elsa Boinas






quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Make-A-Wish

É com uma enorme alegria que comunicamos o número de desejos que será realizado com a campanha de Natal 2017 nas Escolas. 
Graças ao incrível empenho de todas as comunidades educativas e escolares que participaram na campanha de Natal da Make-A-Wish serão realizados 15 desejos de crianças e jovens Make-A-Wish.

Nunca é demais agradecer o esforço, empenho e dedicação de todos os que aceitaram o desafio da Make-A-Wish neste Natal e converteram as estrelas em força, alegria, esperança e magia, capazes de transformar a vida de crianças e jovens gravemente doentes, um desejo de cada vez.
Todas as Escolas receberão o respetivo certificado de participação. 
Juntos, estamos a fazer  a diferença: é com o vosso apoio e entrega que, diariamente, envolvemos os alunos capacitando-os para serem cidadãos mais atentos ao próximo, no âmbito de uma responsabilidade social mensurável e real.
Este ano, contámos com a participação de mais de 165 Escolas, espalhadas por 21 distritos de norte a sul e ilhas com a missão/convicção de que juntos, realizamos desejos que ajudam a transformar a vida de crianças e jovens que sofrem de doenças graves.

Quando um desejo se realiza cria força, esperança e transformação!

A comunicação dos desejos será feita mensalmente por email e trimestralmente através do envio de cartazes para a Escola. Ou seja, em cada mês será partilhado um email com um ou mais desejos realizados graças à campanha de Natal 2017. Paralelamente, a cada três meses enviaremos fisicamente para a Escola alguns cartazes para que sejam afixados e se possa divulgar o impacto desta ação junto da comunidade escolar e educativa.


O Programa Make-A-Wish Vai À Escola tem-se assumido cada vez mais como um projeto nacional com um impacto local muito forte. Estamos a chegar a mais crianças e jovens elegíveis, como se tem verificado pelo aumento de candidaturas a um desejo que chegam diretamente de escolas. Graças à incrível disponibilidade de cada Professor, acreditamos que as atividades propostas podem ajudar a introduzir/reforçar ferramentas de responsabilidade social e voluntariado.

Aguardem informação sobre o Dia Azul nas Escolas

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

5º CONCURSO DE DECORAÇÕES DE NATAL INTER-ESCOLAS MAKE-A-WISH

No seguimento do 5º Concurso de Decoração de Natal Inter-Escolas anunciamos as Escolas que ficaram no 1º, 2º e 3º lugares!

1º lugar: Escola Básica 2,3 de Taveiro - Agrupamento de Escolas de Coimbra Oeste
Prémio: Visita da embaixadora Paula Lobo Antunes e entrega 50 livros LeYa

2º lugar: Escola Básica e Integrada Canto da Maia - Ponta Delgada - Ilha de S. Miguel
Prémio: Entrega 25 livros LeYa

3º lugar: Escola Básica Fernando Caldeira - Agrupamento de Escolas de Águeda
Prémio: Entrega 15 livros LeYa

Nunca é demais agradecer todo o esforço, empenho e dedicação de todos os envolvidos. Juntos, estamos a fazer  a diferença: é com o vosso apoio e entrega que, diariamente, envolvemos os alunos capacitando-os para serem cidadãos mais atentos ao próximo, no âmbito de uma responsabilidade social mensurável e real.

Todas as Escolas participantes irão receber um certificado de participação

Muito obrigada por tudo!


O Agrupamento de Escolas de Ponte de Sor, em conjunto com as empresas que se juntaram a esta causa e toda a comunidade educativa que colaborou, conseguiu angariar 872,13€ para a Make-A-Wish
Este dinheiro vai ajudar a concretizar muitos desejos

Um obrigado do tamanho do UNIVERSO a todos os que acreditam e ajudam nesta causa

Colocar na página da escola estes dois vídeos do youtube, por favor, seguidos deste texto caso seja possível

Fundadores Make A Wish legendado


Andreia - a jovem Make-A-Wish

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

EB de Galveias





Com o objetivo de estimular a criatividade e a imaginação e de promover a produção escrita, a turma B de 3° e 4° anos, da EB de Galveias participa nos desafios do blogue Histórias em 77 palavras, da escritora Margarida Fonseca  Santos.
Este blogue é recomendado pelo PNL e pela Direção Geral da Educação.
Os desafios são muito divertidos e os alunos escrevem com uma maior motivação e interesse.
A escritora divulga as nossas histórias no blogue e alguma delas até são lidas pela escritora na Rádio Sim.
As histórias que escrevemos ao longo do 1° período ficaram bem engraçadas.
Ora vejam!

21 setembro 2017
EB Galveias, 3º/4º B - escritiva nº 24
O Pedro e o lobo
O Pedro era um menino mentiroso e adorava pregar partidas.
Ele disse que o lobo o estava a atacar mas era mentira. Disse isto durante vários dias.
Os amigos tentaram sempre ajudá-lo. Mas descobriram que era tudo uma grande mentira.
Certo dia, o lobo atacou-o mesmo, mas os amigos não acreditaram e não o socorreram.
A sorte é que o avô estava perto e salvou-o.
O Pedro prometeu que nunca mais mentia.
Mentir é muito, muito feio!!!
EB Galveias, 3º/4º B, professora Carmo Silva

Escritiva nº 24 - mini histórias da infância





13 outubro 2017
Maria Leonor, 3° B, EB de Galveias – desafio 127
A estrela cheia de stress
Numa bela noite, uma estrela chamada Estrelada mostrou-se muito estranha.
Ao serão, um rapaz chamado Renato Miguel apareceu à janela, viu a estrela Estrelada e disse-lhe:
― Olá, estrela, és muito bonita e brilhante!
E ela respondeu:
― Obrigado, tu também és muito bonito. Queres ver a estreia da KC Agente Secreta?
― Quero! Ui estou ansioso!
Eles os dois disseram:
― O som é mesmo estridente! Um homem a distribuir estrogonofe e um monstro desastrado constrói e mostra strikes bons!
Maria Leonor, 3° B, EB de Galveias, professora Carmo Silva

Desafio nº 127 – stra, stre, stri e stro x 3

13 outubro 2017
3°/4° B, EB de Galveias – desafio 127
O menino desastrado
Numa noite de céu estrelado, um menino desastrado caiu da cama e partiu o nariz.
De manhã, foi ter com um cigano para ele lhe destrocar dinheiro. Este deu-lhe com uma ostra na cabeça.
― Que estranho! O mestre passou-se da cabeça! ― pensou ele.
À tarde foi jogar bowling e fez um strike. Deixou cair uma bola em cima do pé e até viu estrelas. Ouviu-se uma voz estridente. Era um astronauta a fazer a distribuição de estrofes!
3°/4° B, EB de Galveias, professora Carmo Silva
Desafio nº 127 – stra, stre, stri e stro x 3
13 outubro 2017
Lara, EB de Galveias – desafio 127
O mestre Renato
Certo dia, o mestre Renato estava a fazer um estrogonofe. Depois de comer o seu estrogonofe foi dar um passeio no jardim do parque. Passou a estrada e chegou ao parque.
No parque estava a haver uma distribuição de jornais.
O mestre Renato, quando estava a ver as pessoas a distribuírem os jornais, conheceu uma pessoa e foi mostrar a sua estratégia no strike.
De noite pareceu-lhe ver uma estrela a destrocar um astro, mas com stress.
Lara, 4° B, EB de Galveias, professora Carmo Silva
Desafio nº 127 – stra, stre, stri e stro x 3

13 outubro 2017
Renato, 4° B, EB de Galveias – desafio 127
O rapaz do estrogonofe
Era uma vez um rapaz que adorava comer estrogonofe. Um dia apareceu uma ostra viva a comer estrogonofe e ele disse-lhe:
― Eu sou o mestre da culinária entrega-me a estrela lendária do astronauta ou atiro-te à estrada.
 E então a ostra perguntou-lhe:
― Não queres jogar bowling antes de eu morrer? Eu posso fazer um último strike!
E o rapaz respondeu:
― Ok.
Voltando o stress, então o rapaz disse:
― Ostra és tão desastrada. Andas a distribuir estrofes estridentes!!!
Renato, 4° B, EB de Galveias, professora Carmo Silva

Desafio nº 127 – stra, stre, stri e stro x 3


24 outubro 2017
3°/4° B, EB de Galveias ― escritiva 25
O senhor Apito Esganiçado viu um pito e um pato dentro de um prato, a serem comidos por um grande comilão chamado João. Ele usava um boné preto e estava preso no quarto. Quando tentou sair, o seu peso exagerado, fez com que escorregasse no piso molhado e que ficasse todo derreado.
A mãe viu tudo e disse:
― Ó filho, tu estás bem?
Ouviu-se um riso maroto, era o tagarela do papagaio a chamar-lhe: obeso, obeso, obeso...
3°/4° B, EB de Galveias, professora Carmo Silva
Escritiva nº 25 - palavras em sequência de mudança

29 outubro 2017
Lara ― escritiva 25
O Tiagolas
Era uma vez um rapaz chamado Tiagolas que andava sempre com um apito ao pescoço.
Um dia acordou cedinho e foi fazer um pito assado e comeu-o com arroz de pato, num prato preto.
Logo a seguir foi passear e viu um homem a ser preso por um assalto de peso, que ocorreu no primeiro piso.
Após o passeio, o Tiagolas foi para a aula de educação física e ouviu o riso da linda professora Maria Amélia.
Lara, 4° B, EB de Galveias, professora Carmo Silva
Escritiva nº 25 - palavras em sequência de mudança

29 outubro 2017
Renato ― escritiva 25
Piiiiiiiiiiii!
Era uma vez um apito que vivia com um pito. Eles adoravam comer pato com laranja, num prato preto.
Um dia o pito foi comer ervilhas com chouriço, mas o prato não gostou daquela coisa verde e disse-lhe:
― Parece que alguém violou a lei. Vais ser preso!
― Eu vou ser “peso”... Isso é que “erra” bom! Vou é atirar-te do 5° piso ― respondeu o pito.  
― Tchau, pito, dá o teu último riso.
― Pííííí…
A conversa acabou aqui!
Renato, 4° B, EB de Galveias, professora Carmo Silva
Escritiva nº 25 - palavras em sequência de mudança

29 outubro 2017
Afonso ― escritiva 25
O almoço com o pai
O riso do meu pai fazia-me rir quando íamos comer ao primeiro piso do restaurante da esquina. A comida era a peso. Um dia o casaco dele ficou preso no enorme cadeirão preto. Eu comi num grande prato, um belo arroz de pato. O meu pai comeu pito assado com batatas fritas. Depois comprou-me um chupa em forma de apito.
O meu pai não se cansava de falar no dinheiro que recebia, lá no seu novo trabalho.
Afonso, 4° B, EB de Galveias, professora Carmo Silva
Escritiva nº 25 - palavras em sequência de mudança










29 outubro 2017
Maria e Leonor ― escritiva 25
D. Lara, a cozinheira
A Lara levou a Maria e a Leonor, para o restaurante.
Elas levavam um apito, que apitava muito.
A mãe ligou-lhes a televisão, deixou-as na salinha e foi fazer o pito e o pato.
Ela colocou a refeição num prato preto.
A Maria foi provar e ficou com um bocado de pito preso no dente e sentiu o peso da colher de pau.
A Leonor foi para o segundo piso, mas o seu riso ouvia-se na cozinha.
Maria e Leonor, 3°/4° B, EB de Galveias, professora Carmo Silva
Escritiva nº 25 - palavras em sequência de mudança


09 novembro 2017
3°/4°B, EB Galveias ― desafio 37
D. Kiki II
Um monte de pó cobre os óculos de sol do D. Kiki II.
Ele é um fofo e come muitos bombons. É um pouco gordo, tem muitos pneus, é sorridente, tem um robô como mordomo e é rico.
Com o pó que tem nos óculos vê tudo escuro.
Colocou um produto nos óculos e logo viu tudo.
― Ó meu Deus! Estou obeso como um porquinho! Tenho de comer frutos, legumes, muito chuchu e... muito, muito exercício físico.
3°/4°B, EB Galveias, professora Carmo Silva
Desafio nº 37 – uma história sem usar a letra A

12 novembro 2017
Renato ― desafio 37
O mundo
Num mundo cheio, enorme, vejo um pónei vermelho e orelhudo com um relógio...
“Ele é perfeito, sim, super primoroso”, penso eu, sem me rir.
É outono, fico com fome, o tempo é pouco, como nozes e um belo dióspiro.
Depois pego num livro e noto logo o sentido ― vídeos de entretenimento com esquilos pequenos e gordos como eu.
“Momentos de ouro!”, disse eu.
Quero ver o YouTube, quero dormir, quero me sumir, quero conhecer o mundo melhor!
Renato, 4° B, EB Galveias, professora Carmo Silva
Desafio nº 37 – uma história sem usar a letra A

14 novembro 2017
3°/4° B, EB Galveias - desafio 8
Cantora da moda                                                              
A mãe da Rosa está no TOP.
É a cantora da moda, tal como a Popota.
Neste Natal desloca-se ao Porto.
A Teresa e a Rosa transportam o cão, o pato, o rato e o porco, eles são as mascotes do ano.
Entram no palco e começam a saltar de emoção. São as estrelas deste Natal!
Têm o dom de cantar. Cantam e encantam por onde passam.
― STOP! Está a passar a dama com uma mala espantosa!!!!!!!
3°/4° B, EB Galveias, professora Carmo Silva

Desafio nº 8 – crise de letras; usar só A E O T R S P L M N D C